Vender ou alugar o meu imóvel: como decidir?

Ao planejar a negociação de seu bem, é natural que os proprietários fiquem com a seguinte dúvida: devo vender ou alugar o meu imóvel?

 

Se você tem uma casa ou apartamento, provavelmente já se pegou pensando nisso!

 

Embora os dois tipos de negociação tenham suas vantagens e, se feitos de forma adequada, garantam um bom retorno, a escolha entre venda ou locação irá depender do seu objetivo central. 

 

O principal fator que você deve analisar é a liquidez.

 

Ou seja, para quem precisa ou deseja a entrada do valor em um maior montante, a venda é o mais recomendado. 

 

Porém, se o seu planejamento financeiro se adequa melhor às mensalidades referentes ao aluguel, é interessante optar pela locação.

 

Para quem vende, é uma oportunidade de aplicar uma maior quantia dinheiro em outros projetos ou necessidades. Para quem aluga, é uma fonte de renda mensal segura – vale frisar novamente que é preciso investir na segurança da negociação para que seja, de fato, rentável.

 

No entanto, há alguns outros detalhes que requerem a nossa atenção. O primeiro deles diz respeito aos trâmites legais. 

 

Ao vender, você irá precisar fazer a transferência de imóvel para o comprador. Com a assistência ideal, este processo – que é pontual – não traz “dor de cabeça”, mas exige atenção e uma certa espera!

 

Ao alugar, a parte legal é muito mais rápida, mas o proprietário segue vinculado ao imóvel. O que quer dizer que, caso haja reparos ou demandas do imóvel, você será o responsável pela maioria deles (conforme previsto no contrato de locação).

 

Outro ponto importante a ser observado é a valorização.

 

Caso o imóvel esteja em uma localização ou tenha condições de ser valorizado com o tempo, é interessante alugá-lo e/ou postergar a sua venda. Mas se o imóvel já está num nível “maduro” de valorização, colocá-lo para locação é a opção mais rentável.

 

Alguns proprietários preferem conciliar as duas estratégias: alugar enquanto o imóvel é anunciado para venda, já que este tende a ser um processo naturalmente mais longo, uma vez que os compradores pesquisam por mais tempo antes de investir neste tipo de bem.

 

Porém, neste caso, é preciso lembrar que o imóvel estará ocupado durante as possíveis visitas e o inquilino terá seu prazo para saída do mesmo. Não se esqueça disso!

 

Independente do seu interesse, é fundamental que haja a assistência de especialistas para avaliar o cenário: o potencial do seu imóvel, as suas necessidades e, de acordo com isso, a melhor estratégia a ser seguida.

 

Através de uma imobiliária de confiança, tanto a escolha por locação ou venda, como a negociação em si, são feitas com toda a precaução e rentabilidade que você precisa!

 

Em Londrina, conte com o apoio da Imobiliária Avenida! Acesse imobiliariaavenida.com.br e conheça o nosso trabalho.

 

Confira outros conteúdos exclusivos da Imobiliária Avenida no Instagram e Facebook. Inscreva-se também em nosso canal no Youtube.